Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




URBANIZAÇÃO DOS GAGOS: Um espaço bem cuidado

por Noticias do Ribatejo, em 29.05.12

URBANIZAÇÃO DOS GAGOS: Um espaço bem cuidado



A “Urbanização dos Gagos” esteve durante alguns anos praticamente entregue ao abandono ou esquecimento mas agora dá gosto vê-la dado o cuidado que mereceu por parte da entidade responsável pelos jardins e espaços verdes de Alpiarça, a Junta de Freguesia.


  Uma urbanização com poucos edifícios mas onde se pode desfrutar das suas pequenas zonas verdes que apresentam um cuidado primoroso no seu tratamento como uma permanente manutenção dos espaços envolventes para além de não haver problemas de estacionamento e onde a paisagem do “campo alpiarcense” encanta quem visita o espaço pela primeira vez.


  O gosto de viver na Urbanização dos Gagos tem levado a que alguns dos seus residentes começassem também a preocupar-se com a manutenção dos espaços verdes como manter a zona limpa. Cuidar, proteger e propiciar os meios para que tudo e todos tenham condições para viver.

A “Urbanização dos Gagos” é um espaço bem cuidado onde dá gosto viver

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51

Acabamos de receber uma informação de um leitor onde nos dá conta que “vários romenos estão a abastecer-se de produtos alimentícios na ‘Maxi-Loja” e debitam numa “conta especial o valor das compras” para depois a gerência do estabelecimento apresentar a conta à “Câmara” já que é esta que paga todas as compras efectuadas pelo “romenos residentes em Alpiarça”.


Em tom de “irritação” acrescenta-nos o mesmo que não “aceita de forma alguma esta situação porque que não  condiz com as necessidades de outros residentes e naturais de Alpiarça que não tem qualquer ajuda de outras instituições e muito menos da Autarquia que deveria ajudar os alpiarcenses e não quem já recebe vários subsídios do Estado”.


Diz-nos ainda que no meio desta “balbúrdia toda, outros romenos vindos de outras localidades aproveitam-se da situação” como não compreende a “Câmara estar a pagar a alimentação com o dinheiro dos contribuintes que nem são informados do que estar a acontecer”.  Não fosse o leitor alertado por “alguém que assistiu ao exposto, nem acreditaria no que está a acontecer”

Termina o leitor com uma pergunta de indignação: “mas como isto é possível estar a acontecer em Alpiarça onde residem várias dezenas de romenos e onde alguns não interessam a ninguém porque são uns malfeitores e uns parasitas da sociedade? Como é que a Câmara sustenta e ajuda este tipo de gente silenciando-se como nada esteja a acontecer quando não vemos algo do género noutros concelhos vizinhos?”.

Porque o assunto é sério demais e não podemos confirmar a informação que nos foi prestada pelo leitor solicitamos a Mário Pereira, presidente da Câmara, por via do Gabinete de Comunicação que nos informasse da veracidade dos factos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:49

A Balança não pode estar viciada. Não pode haver dois pesos e duas medidas

Em 24 de Novembro de 2006,em plena Reunião de Câmara de Alpiarça, um alpiarcense indignado com o procedimento da edilidade, nomeadamente o critério usado na aplicação de coimas, referiria de acordo com o que está lavrado em acta, o seguinte:
"Esteve presente o munícipe EDMUNDO AMBRÓSIO CORDEIRO. Começou por apresentar uma questão relacionada com o processo de contra – ordenação número vinte e nove, de dois mil e seis, que lhe foi instaurado em vinte seis de Outubro findo, por ter colocado sucata no interior da sua propriedade sita em Casal Cambique, Alpiarça, e ainda por ter executado uma fiada de blocos na estrema da mesma, bem como a colocação de um portão.-----------------------

Informou que não ia apresentar a sua defesa por escrito, conforme lhe foi solicitado pela notificação que lhe foi enviada em dois do mês em curso, mas que o faria na presente reunião. Assim, prestou as seguintes declarações: “Não fiz vedação nenhuma, o que fiz foi assentar uma fiada de vinte e três blocos só para amparar as terras que estão mais altas que as do vizinho. Não é, nem era, minha intenção, vedar a propriedade. Em relação ao portão meio assente, apoiado em duas vigas em u, mandei fazer porque desconhecia que era preciso pedir autorização. Há cinco anos me queixo à câmara, que puseram um portão numa serventia e até hoje ninguém foi multado, nada foi retirado, nem foi levantado auto nenhum”.------------------------------------------------------------------
Ainda sobre o assunto, o munícipe sugeriu que os Serviços de Fiscalização da Câmara informassem quantos locais de sucata já foram objecto de processos de contra – ordenação, em resultado de autos levantados pelo Fiscal Municipal, e afirmou que numa propriedade sita na confluência da Rua Dr. Queiróz Vaz Guedes com a Rua Luís de Camões foi construído um portão ilegal.----------------------------------------------------------
Ficou de se solicitar aos serviços de Fiscalização informação sobre os locais de sucata que já foram objecto de contra – ordenação, bem como de se solicitar, com urgência, ao Gabinete Técnico de Obras informação sobre a construção do portão ilegal.-----------------"
Os factos falam por si.
É caso para perguntar: " Então e os outros?"
Como diz o povo: "É por estas e por outras que as cabras marram umas nas outras."
É por estas e por outras que existem por aí uns tipos chatos e incómodos que apesar de tudo, não desarmam. Esses tipos acreditam que um dia a Justiça cumprirá a sua função. A Balança não pode estar viciada. Não pode haver dois pesos e duas medidas.
A Verdade acima de tudo.
Doa a quem doer.
Por: M. Ramos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04


O PCP quer é controlar a Fundação José Relvas

por Noticias do Ribatejo, em 24.05.12
E o PCP deixa de controlar os Águias, a Música, o Agrupamento,o Cantinho do Idoso, tudo quanto "mexe" em Alpiarça? Também querem controlar a Fundação, não é? É só uma questão de algo que lhes escapa, mas lembram-se do asilo que deixaram? Que semelhanças com o que hoje existe?
Pensam que se controlassem poderiam despedir por exemplo a Diretora técnica para colocar mais um dos seus boys? 
Poderiam ter uma Assembleia de contribuintes à sua medida? 
Só se forem os mais ricos de Alpiarça, quem sabe, com tudo o que roubaram no pós 25 de Abril.
Querem eleições? Pressionem as Finanças para dar a lista dos contribuintes, pressionem os contribuintes a deixarem revelar quem tem mais dinheiro. 
É fácil, mas duvido que também passem a controlar ali, porque as regras são outras. 
Noticia relacionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

 
O quê? O parque subterrâneo e a praça da mulher nua construídos pelo PCP? Aqui se vê bem como as pessoas estão informadas.


A Praceta José Relvas foi iniciada no tempo dos comunistas com a construção de um 3.º andar em cujo rés-do-chão e cave se instalou a Caixa Geral de Depósitos e o projecto era para fazerem mais dois edifícios iguais que fariam um U e no seu centro seria colocado o monumento a José Relvas que foi colocado PROVISORIAMENTE no Jardim Municipal.

Foi decidido por UNANIMIDADE nas assembleias municipais e de freguesia de então que ao local seria atribuído o nome de Praceta José Relvas e no seu centro se colocaria o referido monumento.

Entretanto uma LUMINÁRIA de Alpiarça, lá porque o sr. José Pinhão tinha arranjado emprego para a mulher na então Instituição José Relvas, resolveu subverter tudo: a praceta José Relvas passou a chamar-se Praça José Pinhão e o monumento ao maior benemérito de Alpiarça (José Relvas) e que provavelmente nunca haverá outro das mesmas dimensões foi substituído por uma Bacante(*) Nua e Bêbada em extâse com um suposto cacho de uvas às costas e uma parras aos pés.
Esta estátua estava encomendada para colocar no exterior da futura brilhante Universidade do Vinho que nunca passaria do papel. Então e que fazer com a bacante nua e orgásmica? Enfia-se no lugar onde deveria estar o monumento a José Relvas.
Lindo! Alpiarça no seu melhor!!!

*Bacante (definição da wikipédia) Na mitologia grega, as Ménades, ou Mênades, (de mainomai, ”enfurecido”), também conhecidas como bacantes, tíades ou bassáridas, eram mulheres seguidoras e adoradoras do culto de Dioniso (ou Baco, na mitologia romana). Eram conhecidas como selvagens e endoidecidas, de quem não se conseguia um raciocínio claro.

Durante o culto, dançavam de uma maneira muito livre e lasciva, em total concordância com as forças mais primitivas da natureza. Os mistérios que envolviam o deus, provocavam nelas um estado de êxtase absoluto, entregando-se a desmedida violência, derramamento de sangue, sexo, embriaguez e autoflagelação.

Normalmente são representadas nuas ou vestidas só com peles de veado, com grinaldas de Hera e empunhando um tirso (bastão envolto em ramos de videira).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10


Presidente da Câmara recebeu Comissão de Utentes

por Noticias do Ribatejo, em 22.05.12

O Presidente da Câmara, Mário Fernando Pereira, e o vereador João Pedro Arraiolos receberam nos Paços do Concelho os representantes da Comissão de Utentes de Saúde de Alpiarça.


Nesta reunião foram abordadas várias questões relacionadas com os cuidados de saúde prestados no concelho, tendo ainda sido dado conhecimento do resultado de um abaixo-assinado promovido pela Comissão junto da população do Frade de Baixo –  entregue aos serviços competentes do Ministério da Saúde –, reivindicando a reabertura da sua extensão de saúde (encerrada pelo Ministério desde 1999 – 13 anos) um dia por semana.

O Presidente da Câmara deu conta das reuniões que a autarquia tem realizado com o Agrupamento de Saúde (ACES Lezíria), com a ARS-LVT e com a Secretaria de Estado, nas quais, para além dos aspetos relacionados com o reforço do centro de saúde de Alpiarça e da presença dos médicos cubanos, tem sido também abordada a situação das extensões de saúde. Referiu que, como lhe compete e enquanto representante da população do concelho, irá levar este assunto a reunião de Câmara e solicitar novas reuniões de trabalho às estruturas do Ministério da Saúde.

O Presidente garantiu o apoio da Câmara Municipal de Alpiarça a esta justa reivindicação, alertando para a necessidade de a tratar com todo o realismo, situando-a no atual contexto em que as intenções do Governocontinuando a ação do Governo anterior – apontam para o encerramento de serviços públicos por todo o País, entre os quais centenas de extensões e dezenas de centros de saúde. Esta realidade valoriza ainda mais a luta organizada das populações e justifica o empenhamento da autarquia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30

Com o dinheiro que se pagou a uma empresa amiga do ex. executivo PS, da obra (mamarracho) do Parque Estacionamento subterrâneo e da Estátua (Sárita) dava para requalificar o Parque de Campismo, a Reserva Natural do Cavalo do Sorraia e fazer algumas obras em Alpiarça.

Mas quando se perde a humildade de não respeitar a memória dos seus antepassados como o autor deste post!
Como poderá te moral para criticar outros? A inteligência? A transparência? A seriedade? A alternativa? O combate à pobreza?

 A solidariedade para com os mais pobres, os desempregados, fechando os olhos ao que se passa com as eleições dos Órgãos Sociais da Instituição José Relvas, onde se converteu um Asilo para os pobres de Alpiarça, num negócio de ricos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56


O ENCERRADO Parque de Campismo de Alpiarça

por Noticias do Ribatejo, em 22.05.12

Como esta gente que está no poder municipal tem de iniciativa empresarial a atitude de um fiscal de finanças em relação a uma empresa, claro que nada é feito.

Ainda hoje foi noticiado que outros municípios tinham construído parques para auto caravanas.
O ENCERRADO Parque de Campismo Municipal de Alpiarçapoderia ser um local de excelência para os auto-caravanistas.
Claro que a empresa do Santana Lopes, pessoa pouco habituada a trabalhar com parcos recursos optou pelo mais fácil: recomendar o encerramento.
Acaba por ter razão porque quem está à frente do município de Alpiarça tem tanto de dinamismo como o meu cão (que passa o dia a dormir....- entenda-se isto como uma forma de expressão).
O autocaravanismo é uma forma actual de fazer turismo com o mínimo conforto a preços acessíveis.
Há uma classe média, com particular incidência na faixa etária dos 40-70 anos que normalmente se desloca pelo País.
Essas pessoas são poupadas, mas acabam por promover a terra que os acolhe junto do seu círculo de amigos e familiares e promovem os pequenos comércios locais.
Reformular a área do parque de campismo com pequenas lojas direccionadas para o apoio a esses turistas poderia justificar a criação de um ou dois postos de trabalho.
Como?
Permitindo aos autocaravanistas pernoitarem "gratuitamente" em segurança, pagando apenas serviços de lavagem e despejos, fornecimento de electricidade, etc.
Na área construída, poderiam funcionar pequenos espaços de padaria, produtos agrícolas regionais, vinhos alpiarcenses, café-snack, etc...
Com tanta gente que se acotovela no edifício da Câmara, e que não se sabe bem o que andam por lá a fazer, será que não há um ou dois que possam ser destacados para o Parque de Campismo?
Agora, se seguirem esta ideia, não descartem os menos válidos...
Coloquem pessoas simpáticas, motivadas, que saibam línguas e que transmitam uma boa imagem de Alpiarça.
Fica só uma nota: por esta ideia não cobro nada, ao contrário dos estudos e contratações que têm feito...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:37


JOANA SERRANO: "Gostaria de ser presidente da Câmara"

por Noticias do Ribatejo, em 18.05.12
A propósito de mexidas na comissão concelhia do PCP, o blogue oficial comunista tão solicito a colocar notícias sobre Alpiarça tarda em informar qual a composição da nova comissão concelhia do PCP. Prometeu ao "JA" que o faria em comunicado, mas o comunicado tarda e nem no blogue escrevem nada. Um silêncio confrangedor, o que mostra que há "medo" que se saiba das mexidas. Não é preciso ser bruxo para saber que aqueles que ousaram desafiar publicamente os tão democratas camaradas, sempre abertos a "profundos e amplos debates", vão ser corridos.
É tempo de se construírem as novas listas para as próximas autárquicas nas quais não iremos ter Joana Serrano e Mário Santiago, à frente da Junta de Freguesia e da Assembleia Municipal, respectivamente. Isso é um dado adquirido. Ambos desafiaram o "controleiro-mor" e puseram em causa a coesão do partido. Cheira-me até que o jovem Vasco Peixinho é um dos que vão ser postos para correr. Então não é que o jovem teve a “arrogância e a pouca vergonha” de apoiar com a sua abstenção a entrega da medalha da liberdade a Manuel Vital e João Sanfona? E o Mário Santiago não fez o mesmo? 
 
 
 E a Joana Serrano não anda afastada há muito de tudo o que são eventos organizados pela autarquia? Posta de lado pois claro, quando veio afirmar para O Mirante que gostaria um dia de ser presidente de câmara. Mas ela não sabe que não há candidatos auto-propostos dentro do PCP, é o colectivo que propõe, manda e desmanda? A Dr.ª Joana que até estava desempregada em vez de estar reconhecida ao partido de lhe arranjar um emprego durante 4 anos, ainda cometeu a ousadia de querer ficar a tempo inteiro e depois arma-se em candidata ou futura candidata a presidente de câmara?
Quando ao Santiago o partido acredita que ele será o próximo candidato do PS/Alpiarça é a razão para a assembleia municipal ou integrar mesmo as listas para um cargos de vereador, provavelmente em regime de não permanência. Vamos esperar para ver.
Certo é que depois desta nova eleição da concelhia do PCP de Alpiarça, e apesar das caras por lá vistas serem SEMPRE as mesmas, nada ficará como antes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:31

O “PS/Alpiarça” sempre teve dificuldade em antecipar-se aos acontecimentos


Diz o articulista e em conformidade com a sua crónica publicada neste jornal (ler:Depois não digam que não foram avisados...) que para o PCP a Assembleia que vai levar a efeito “reveste-se de particular importância para a actividade do nosso Partido no concelho” acrescentando ainda que é importante o “prosseguimento do reforço da organização e da intervenção do Partido no concelho e para a preparação das próximas eleições autárquicas."

Uma mais valia para o PCP que, como sempre, consegue antecipar-se aos acontecimentos. Na verdade este encontro é importante porque é necessário preparar as próximas eleições autárquicas onde tudo indica que o PCP vai ter que lutar para conseguir ganhar já que os “astros” não lhe estão favoráveis.

Sabendo-se que o partido no poder nos impõe uma ditadura vermelha onde não permite a opinião de terceiros e muito menos que seja criticado, os eleitores tem vindo a dizer bem claro que é possível outro caminho para que nesta terra tudo deixe de estar partidarizado e haja mais liberdade nas iniciativas que possam desenvolver Alpiarça coisa que não tem acontecido.

Se estivéssemos num período propício ou no momento de reflexão aconselharíamos aos responsáveis políticos da oposição que tirassem uma lição fundada no progresso que teima em não assentar bases nesta pequena Aldeia que se chama Alpiarça mas o “PS/Alpiarça” sempre teve uma certa dificuldade em antecipar-se aos acontecimentos de modo a que saibamos com o que podemos contar

Resta-nos assim esperar do que vai sair da assembleia dos comunistas onde tudo indica que apenas os vasos mudarão porque as flores vão continuar a ser as mesmas.

Diz ainda o articulista que tem dúvidas (bastantes) que as “coisas por cá mudem assim tanto porque as caras que se vêem nos vários eventos que decorrem cá pelo burgo são sempre as mesmas. O PCP não tem conseguido cativar a juventude para a sua causa.”

Não está longe da verdade porque na verdade o PCP não tem conseguido cativar quem quer que seja nos últimos tempos, antes pelo contrário.

O PCP não busca o melhor para os alpiarcenses mas contínua a querer fazer-se um partido moderno onde a busca só pode existir desde que seja direccionada  para a Rua Silvestre Bernardo Lima, em Alpiarça

Mas justiça seja feita aos comunistas: sabem escolher o momento certo para trilhar o caminho que querem percorrer nem que para tal seja necessário tirar a palavra a quem os critica ou usem a “casa dos outros” como deles fosse.

Apenas isto sabem fazer!

https://www.facebook.com/antoniocenteio

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D