Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ao ler o Comunicado da tal "Comissão Concelhia do PCP", comissão que nem sei se existe nem sei se o PCP em nome desta Comissão Concelhia permitia tal Comunicado, fiquei completamente desolada. Imagino numa comissão Concelhia do PCP gente como Raul Figueiredo, Noémia Figueiredo, Mário Fernando, Celestino Brazileiro, Vasco Aguiar, Paula Matias, João Osório, Américo Abalada, Raquel Abalada e outros, gente com provas dadas no PCP, gente que no seu conjunto me parecem incapazes de tomar uma decisão da não publicação deste tipo de comunicados, gente com no seu conjunto, com princípios.
 Este tipo de atitudes parece mais de uma só pessoa, de alguém que em nome do PCP o quer ver o Partido na rua da amargura, com que objectivo? Para satisfazer os seus interesses pessoais? Ou porque tendo sido escolhido para responsável concelhio se sente no direito de em nome de um Partido a nível local usar o seu bom nome (do Partido) para limpar o seu ego pessoal?
 Esta pessoa não tem inteligência suficiente para perceber que para além de se perceber que este tipo de atitudes NUNCA podem vir de uma Comissão Concelhia e que o PARTIDO não pode nem deve ser usado desta forma VERGONHOSA? Gostava de ver a defesa do MEU PARTIDO, mas por princípios e ideais de sociedade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:37

 O PCP não só não se revê no Jornal Alpiarcense como não se revê em praticamente nada.
Eu diria até que o PCP se encontra num estado de negação total.
- Não se revê nas noticias do Jornal Alpiarcense, quando deveria olhar para elas e tirar as ilações e directrizes para a sua governação, porque neste blogue não são só as opiniões do Administrador que são publicadas mas também da população.
- Não se revê nas opiniões do seu eleitorado, tendo prometido um programa eleitoral em que ao final de 2 anos de mandato, não cumpriu quase nada.
- Não se revê nas posições dos seus próprios eleitos, como é o caso do Santiago (Presidente da Assembleia Municipal) que é simplesmente o órgão mais importante da autarquia que como independente se manifestou contra posições de dois militantes do PCP que tiveram atitudes mais dignas de um partido totalitário do que um partido de esquerda democrática. Também não se revê na posição de uma sua militante, simplesmente a Presidente de Junta de Freguesia de Alpiarça, que por ter dito o que disse a um jornal regional, foi marginalizada dentro das estruturas do PCP local, e anda a ser perseguida por pessoas muito próximas e de família do Osório dentro da própria Junta.
- Não se revê em Alpiarça, que cada vez mais é uma vila sem atractivos e sem vida. Acabaram com a Feira do vinho, acabaram com o Parque de Campismo, acabaram com as iniciativas culturais, só não acabam com a Barragem porque não há lá uma rolha para a esvaziar.
- Não se revê no seu próprio Presidente da Câmara, já que consta que o Osório faz questão de afirmar que é ele que manda , pelo que se presume, bem ou mal, que o outro nada mais é do que um testa de ferro do PCP
- Não se revê na opinião da maioria dos militantes que estão contra as posições assumidas por um grupo muito restrito da concelhia que não reúnem apoios nem dentro das estruturas do PC nem fora dele.
E assim vai a politica local, entregue às pessoas erradas que têm afundado o partido cada vez mais, mas que não abdicam dos seus tachos, porque sabem que se não for ali, em mais lado nenhum têm as regalias e ordenado que obtêm, e o partido também não lhe interessa abdicar dessas pessoas porque deles recebe o dízimo tão importante para manter a Igreja a funcionar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D