Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alpiarça precisa de um presidente que não tenha “pachorra” mas dinâmica e que seja arrojado

OPINIÃO
Conforme noticiado num semanário regional, Mário Pereira, Presidente da Câmara encontra-se muito preocupado com o desenvolvimento de Alpiarça porque «segundo os resultados preliminares dos últimos Censos, revelados recentemente pelo INE, Alpiarça perdeu cerca de 3,9 por cento da sua população em apenas uma década».
O suficiente para o «executivo da Câmara de Alpiarça, liderado por Mário Pereira (CDU) «querer apostar em desenvolver políticas de dinamização do tecido económico do concelho e consequente fixação de habitantes».
«Para inverter esta tendência de desertificação das regiões periféricas, que é transversal a todo o país, Mário Pereira acredita que a solução passa precisamente pela actuação das autarquias como motores de desenvolvimento e promotoras de bem-estar social para as populações residentes».
Curiosamente só agora Mário Pereira mostrou estar preocupado por saber que Alpiarça perdeu «cerca de 3,9% da sua população» o que se deduz que até esta «descoberta” pouco se preocupou pela resolução dos problemas que todos sabíamos e sabemos existir, causando assim esta perda de habitantes.
Curiosamente é também Mário Pereira não dizer como vai arranjar soluções para criar «politicas de dinamização do tecido económico do concelho e consequente fixação de habitantes».
Temos muitas dúvidas que Mário Pereira e todo o executivo da CDU alguma vez sejam capazes de dinamizar o tecido económico do concelho.
O Executivo da CDU nestes quase dois anos de mandato já demonstrou, e bem, que em termos de dinamização do tecido económico não fez absolutamente nada.
Que nos diga quais as empresas que foram criadas ou que constam no recente relatório da “Nersant”.
Sem a criação ou instalação de empresas nunca haverá desenvolvimento no tecido económico.
Mas pelo menos ficam os leitores do semanário com a sensação que Alpiarça é uma terra voltada para o futuro onde o desenvolvimento vai ser de tal forma que a população até vai aumentar.
Valha-nos a forma como os políticos nos tentam convencer de que tudo o que dizem e prometem se vai realizar quando todos sabemos que não é bem assim.
A prova está na diminuição dos habitantes.
Claro que a culpa é sempre dos outros.
Propomos ao executivo da CDU que aprenda a fazer negociações como os concelhos vizinhos (Almeirim/Santarém).
Exemplificamos com as notícias publicadas no “O Ribatejo”:
«Sousa Gomes come a sopa e Moita Flores paga a conta. A maravilha” da gastronomia mais próxima é a “sopa de pedra” do vizinho concelho de Almeirim, mas é o Município de Santarém que vai pagar os 120 mil euros do concurso das “7 maravilhas da Gastronomia» ou então como o «Município de Santarém que rifa um carro em segunda mão, que vale mil euros, para financiar os clubes» mandando fazer mil rifas para as entregar aos clubes e estes que as vendam se querem dinheiro.
Se Alpiarça tiver astúcia para negócios deste tipo talvez haja mais desenvolvimento e os organismos locais comecem a ter iniciativas próprias e deixem de viver à “mama” da autarquia para que comece a haver iniciativas de cariz próprio que são estas que criam o apregoado “desenvolvimento” e também uma forma de acabar com os Boys do PCP que estão em tudo que é “sitio”.
As promessas que os políticos nos fazem às vezes até nos fazem crer que tudo o que dizem e prometem é verdade
E porque na notícia o tema foi o “Melão” mais uma vez se falou na “promessa” da certificação do “Melão de Alpiarça” mas o mesmo ainda não tem qualquer certificação.
Promessa esta que já vai para dois anos, tantos os que o Festival do Melão têm para curiosamente só ser falada quando se aproxima o festival.
Fontes: “Correio do Ribatejo” e “O Ribatejo”
Esta “Opinião” pode ser lida em:
http://www.facebook.com/note.php?created&¬e_id=10150251503368451#!/
ou em:
http://www.facebook.com/antoniocenteio

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D