Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 Se José Relvas soubesse o que se ia passar a partir de 1974 teria decerto feito outro testamento. Nomeadamente talvez tivesse evitado a ocupação das suas propriedades por elementos do Partido Comunista de Alpiarça que se limitaram a explorar até poder as propriedades em causa em benefício próprio, tendo inclusivamente passado a pagar à Instituição José Relvas, em Alpiarça, cerca de um décimo daquilo que o anterior arrendatário, um malvado e explorador agrário. Mas uma acção não legitima a outra, e o que é certo é que as condicionantes que se criaram a partir de 1974 alteraram o espírito do testamento. Disputa-se o poder entre grupos de interesses e não pessoas que individualmente queiram prosseguir a sua obra. Suponho que o espírito do testamento foi feito precisamente no sentido contrário. Daí a exigência de serem 40 contribuintes e não 5 ou 6. Mas são meras suposições. Dificilmente viremos a saber o que efectivamente pretendia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:56



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D