Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Como se esperava e após a divulgação antecipada da alteração da Taxa do IMI a Sessão da Assembleia Municipal de Alpiarça levada a efeito ontem para aprovação da “Taxa Mínima do IMI” decorreu com toda a normalidade.

Até a tão badalada manifestação contra a câmara à porta da Assembleia Municipal de Alpiarça não deu em nada. 
Aliás já previsível porque o Executivo tinha aprovado a taxa mínima de IMI para 0,3% e talvez porque o cidadão comum já se acostumou à ideia que os próximos anos irão ser de massacre financeiro. (ler: APROVAÇÃO DA TAXA MINIMA DO IMI: A noite vai ser calma e o povo já está sereno
 De destacar a intervenção de dois munícipes, Eduardo Costa e Francisco Cunha que apresentaram os seus “pontos de vista” quanto à descida do valor da taxa.
Eduardo Costa foi à assembleia dizer no início da mesma o que "tinha escrito numa carta aberta ao presidente da Câmara", carta essa publicada no jornal local e também  no Jornal Alpiarcense e "desconhecia afinal que a taxa a aprovada era de 0,3% e não de 0,4% como estava anteriormente acordado". Foi afinal apanhado de surpresa!
Francisco José Cunha  fez a sua intervenção no final da reunião apoiando a decisão da taxa de IMI por ter descido para os 0,3% opinando ainda  que num "ano de tantos impostos e dificuldades para os portugueses era a única decisão que poderia ser tomada"
O empresário não deixou de criticar  a forma como se comportavam os "políticos em Alpiarça" para acrescentar   "que deveriam trabalhar todos no sentido de melhorar as receitas da câmara em vez de andarem a discutir a dívida, quem a tinha feito e quem a andava a pagar".
Quanto à ordem de trabalhos, o costume: "muita parra e pouca uva". Uma assembleia que se iniciou pelas 21 h e se prolongou para lá da meia-noite, marcada por grande clivagem entre bancadas PS e CDU e entre bancada PS e presidente da câmara.

1. ponto aprovado por unanimidade

2. ponto aprovado com a abstenção do PS

3. ponto aprovado por maioria com abstenção do PSD

4. ponto aprovado por maioria com 4 abstenções do PS

5. ponto aprovado por unanimidade

6. ponto retirado da ordem de trabalhos, para voltar a uma próxima sessão.

( "Ponto 6" que foi retirado:  - Apreciação e votação da Informação nº 68/AS/2012 – Regulamentos Municipais – " Regulamento do cartão Sénior Municipal e Regulamento Municipal de atribuição e gestão de habitações sociais do Município de Alpiarça” - Término dos prazos de consulta pública.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:55



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D