Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




"UM PROJECTO DE PODER PESSOAL?"

por Noticias do Ribatejo, em 22.06.12

Carta ao Director:

Um Projecto de Poder Pessoal?

Ainda não percebi qual o incómodo (pelos vistos de militantes do PCP) de se questionar o facto do sr. Osório acumular vários cargos dentro da câmara de Alpiarça com vários cargos dentro do PCP e ainda por cima ter elementos da sua família também noutros órgãos autárquicos, nomeadamente na assembleia de freguesia. Essa contestação deve ser feita não só dentro do próprio PCP, como fora dele. Vamos por partes: não é o próprio PCP e bem, quanto a nós, que contesta o facto da família Céu se ter apoderado da Fundação Relvas? Não será legítimo questionar porque é que o sr. Osório aparece como chefe-de-gabinete do presidente da câmara, como deputado municipal, como membro da concelhia e de outras estruturas do PCP, para além de estar ligado à CGTP? Será legítimo que a esposa do sr. Osório seja simultaneamente da Junta de Freguesia e também de cargos dirigentes do PCP? Afinal quantos burros ao mesmo tempo toca a família Osório? Será como dizia o outro, um projecto de poder pessoal? Como se diz: à mulher de César não basta ser séria, tem de o parecer! Será benéfico até para a democracia interna do PCP que se concentre tantos poderes numa única pessoa? O PCP já se interrogou ou fez uma introspectiva questionando-se o porquê do abandono/afastamento de vários militantes por incompatibilidades com o sr. Osório? Se o sr. Osório alimenta a esperança de ser um dia vereador da câmara deve enfrentar o eleitorado ou então façam uma pesquisa interna dentro do PCP/CDU se o aceita a candidatar-se como tal. Ou no PCP as coisas só funcionam em caixinha, em grupinhos, em seitas e de braço no ar queimando quem não está por nós? Quanto a nós e como já alguém aconselhou o Sr. Osório devia suspender o seu mandato na Assembleia Municipal de Alpiarça ou então largar o cargo de Chefe-de-Gabinete do Presidente, sob pena de se pensar ou suspeitar de que de facto o PCP não tem mais ninguém ou então que interesses mais altos se levantam para que uma pessoa e sua família possam ocupar tantos cargos. A nós em particular nada nos move contra o sr. Osório. O que nos move é uma questão ética contra os Osórios deste país que se impõem junto dos seus pares como pessoas insubstituíveis, quando o não são. Talvez que, ao não deixarem outros chegarem-se à frente, acotovelando quem tenta aproximar-se, seja a melhor maneira de serem sempre os primeiros a cortar a meta.

Por: Hugo Caipira -

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:32



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D