Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Balança não pode estar viciada. Não pode haver dois pesos e duas medidas

Em 24 de Novembro de 2006,em plena Reunião de Câmara de Alpiarça, um alpiarcense indignado com o procedimento da edilidade, nomeadamente o critério usado na aplicação de coimas, referiria de acordo com o que está lavrado em acta, o seguinte:
"Esteve presente o munícipe EDMUNDO AMBRÓSIO CORDEIRO. Começou por apresentar uma questão relacionada com o processo de contra – ordenação número vinte e nove, de dois mil e seis, que lhe foi instaurado em vinte seis de Outubro findo, por ter colocado sucata no interior da sua propriedade sita em Casal Cambique, Alpiarça, e ainda por ter executado uma fiada de blocos na estrema da mesma, bem como a colocação de um portão.-----------------------

Informou que não ia apresentar a sua defesa por escrito, conforme lhe foi solicitado pela notificação que lhe foi enviada em dois do mês em curso, mas que o faria na presente reunião. Assim, prestou as seguintes declarações: “Não fiz vedação nenhuma, o que fiz foi assentar uma fiada de vinte e três blocos só para amparar as terras que estão mais altas que as do vizinho. Não é, nem era, minha intenção, vedar a propriedade. Em relação ao portão meio assente, apoiado em duas vigas em u, mandei fazer porque desconhecia que era preciso pedir autorização. Há cinco anos me queixo à câmara, que puseram um portão numa serventia e até hoje ninguém foi multado, nada foi retirado, nem foi levantado auto nenhum”.------------------------------------------------------------------
Ainda sobre o assunto, o munícipe sugeriu que os Serviços de Fiscalização da Câmara informassem quantos locais de sucata já foram objecto de processos de contra – ordenação, em resultado de autos levantados pelo Fiscal Municipal, e afirmou que numa propriedade sita na confluência da Rua Dr. Queiróz Vaz Guedes com a Rua Luís de Camões foi construído um portão ilegal.----------------------------------------------------------
Ficou de se solicitar aos serviços de Fiscalização informação sobre os locais de sucata que já foram objecto de contra – ordenação, bem como de se solicitar, com urgência, ao Gabinete Técnico de Obras informação sobre a construção do portão ilegal.-----------------"
Os factos falam por si.
É caso para perguntar: " Então e os outros?"
Como diz o povo: "É por estas e por outras que as cabras marram umas nas outras."
É por estas e por outras que existem por aí uns tipos chatos e incómodos que apesar de tudo, não desarmam. Esses tipos acreditam que um dia a Justiça cumprirá a sua função. A Balança não pode estar viciada. Não pode haver dois pesos e duas medidas.
A Verdade acima de tudo.
Doa a quem doer.
Por: M. Ramos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D