Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



“GARRIDO - Artes Gráficas, Lda”: A empresa mais antiga de Alpiarça



A Garrido – Artes Gráficas, Lda., é a empresa mais antiga em Alpiarça em funcionamento contínuo onde são feitos  trabalhos tipográficos e publicidade. Uma empresa que orgulha Alpiarça e os alpiarcenses.


Prestes a comemorar 25 anos de actividade, emprega 17 funcionários (com os ordenados em dia) e tem colocado no mercado mercadoria cobrável no valor de quase 300 mil euros. Dado a qualidades final dos seus produtos começou recentemente a trabalhar para vários países de África.
A “Garrido - Artes Gráficas” vai comemorar em Agosto o seu 25.º Aniversário, ao serviço dos livros e da cultura.
Uma empresa instalada na Zona Industrial de Alpiarça dedicada às artes gráficas  onde são imprimidos os livros dos maiores autores portugueses e estrangeiros que periodicamente visitam as instalações da empresa para verem os esboços dos livros que após concluídos tem como destino o mercado livreiro.
Uma empresa que deve orgulhar os alpiarcenses já que 80% do que faz se destina à exportação sendo o restante dos órgãos institucionais e clientes privados.
Curiosamente a Câmara Municipal de Alpiarça que durante anos foi um dos melhores clientes da “Garrido” deixou de o ser pela simples razão do gerente da firma, Joaquim Garrido, militante que foi da CDU, ter concorrido nas últimas eleições autárquicas à Câmara da Chamusca como independente pelo PS.
Uma “quebra” que em nada prejudicou a rentabilidade da firma como a sua credibilidade mas que não deixa de ser lamentável quando a autarquia deveria apoiar e acarinhar as melhores empresas instaladas no concelho, neste caso a mais antiga.
Se o Pelouro da Cultura da Câmara de Alpiarça mantivesse boas relações e soubesse aproveitar a presença dos muitos escritores que visitam constantemente a “Garrido” poderia obter muitos dividendos e benefícios para a cultura local.
Bastava para o efeito manter a melhor relação com a “Gráfica” de forma a que esta sugerisse aos autores que fizessem também em Alpiarça os seus lançamentos literários. Projectava-se assim o nome de Alpiarça e da cultura alpiarcense para atrair ao mesmo tempo visitantes ao concelho por causa dos nomes e dos respectivos lançamentos de livros.
Mas infelizmente os políticos locais em vez de se preocuparem com o desenvolvimento local continuam a estar de “costas voltadas” ou a ignorar quem está disposto a ajudá-los

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:43



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D