Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nuno Prates (foto) conhece como as palmas das suas mãos cada recanto das 101 divisões da Casa-Museu dos Patudos, em Alpiarça, que reabriu ao público a 31 de Outubro depois das obras de reabilitação. Caminha pelos corredores e pelas amplas salas como se estivesse na própria casa. “Nunca se perdeu?”, perguntamos. “Não. Conheço todas as divisões ao pormenor”, conta com um sorriso no rosto.
Licenciado em História e Arqueologia, Nuno Prates assumiu o cargo de conservador da Casa-Museu dos Patudos em Agosto último. Natural de Alpiarça, é um apaixonado assumido por História e, em particular pela História de Alpiarça e pela vida de José Relvas, pelo que “não podia” recusar o convite feito pela autarquia.
O deslumbramento pela majestosa casa, construída entre 1905 e 1909 pelo arquitecto Raul Lino, surgiu em criança mas a paixão ficou no seu coração após uma visita ao edifício quando tinha 20 anos. O recheio e o mobiliário da casa deixaram-no “maravilhado”. O salão nobre - também chamado Salão Renascença - pelo seu “mobiliário, lustre e pintura”, é o seu espaço preferido. O quadro que retrata D. Eugénia com os filhos, de autoria de José Malhoa, é a sua peça de eleição.
Leia mais em:
http://semanal.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=&id=79641&idSeccao=8725&Action=noticia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:37



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D