Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



“Irmão, Pedreiro ou Um daqueles que usa Avental”, qualquer uma destas expressões poderá servir para identificar o “Irmão” Luís Ferreira, um dos Maçons pertencentes ao GOL – “Grande Oriente Lusitano”, para alguns a maior “Loja” da Maçonaria em Portugal e aquela que está mais ligada ao PS, tendo a mesma, M.I. (Muito Importante) pessoas como o actual Ministro e também Tomarense (apesar da sua naturalidade ser de Castelo Branco) Miguel Relvas.
Como é evidente, não poderei afirmar com toda a certeza, mas terá sido através da Maçonaria que o Dr. Luís Ferreira, terá entrado para os quadros da Câmara Municipal de Alpiarça (CMA), ou seja, foi com certeza através de uma ordem ou pedido, que o mesmo ficou com o seu lugar garantido até à idade de reforma, pois ao contrário dos que o comum do Alpiarcense possa pensar, esta Organização tem muito poder, bem como o primor de o exercer de uma forma distinta e muito discreta.

É também com certeza através da Maçonaria que o mesmo chega a Adjunto do Governador Civil, actual Presidente do Município de Ourém (um dos mais importantes Municípios do distrito) e ex. Governador Civil de Santarém.
Ultimamente tem exercido o cargo de Vereador na Câmara Municipal de Tomar (CMT), tendo inicialmente os pelouros da Cultura, Turismo e Protecção Civil, exercendo até à dias apenas o pelouro da Protecção Civil, pois já tinha sido exonerado dos pelouros da Cultura e do Turismo, por causa de uma célebre visita do escritor Lobo Antunes a Tomar e que para variar teve como resultado a ausência do mesmo, pois o Excelentíssimo Sr. não se revia nas atitudes do então Sr. Vereador.
É uma pessoa de trato difícil e que facilmente sobrepõe o interesse pessoal ou do seu partido acima de tudo, sendo muito mal visto em Tomar, pois com o passar do tempo facilmente se percebe a fraca competência do Sr. Vereador ou (Técnico de Informática ou o que lhe quiserem denominar), o que acredito que também se venha a verificar na CMA.


Na passada semana encontrei-me por acaso com um “Pedreiro” que em tom de brincadeira me disse “Atão vão levar lá com o Luís Ferreira?” ao que respondo em jeito de brincadeira “Que remédio, vocês não o querem em Tomar e nós é que levamos lá com ele” ao que o mesmo no mesmo tom de brincadeira me respondeu “Olha dou-vos um conselho, encostem-no para lá, para ver se ele não chateia muito e esperem que ele se vá embora …. Aí para outro tacho qualquer”, olhei para esse meu amigo com ar entristecido e pensei para comigo, “Se os Comunas forem inteligentes, é o que fazem, agora se não forem… Seja o Deus quiser e levem lá com ele e com a porcaria que ele faz”.
Agora indo ao que é de facto relevante, o que é certo é que o homem está aí e será mais um a juntar a um tão desequilibrado quadro de funcionários, que teima em não ser alvo de equilíbrios, ou seja, reestruturarão os serviços da CMA e cada vez mais os serviços funcionam mal, o pessoal operário escasseia, a obra não se faz por diversas razões…. E nós cá andamos a ouvir os Camaradas a dizer, “não fazemos obras, mas temos a situação financeira da Câmara a melhorar”, o que muito sinceramente me faz pensar, o quão pequenos são muitos dos ditos Camaradas, ou seja, pessoas sem visão, sem capacidade de planeamento estratégico, sem capacidade sequer para olhar para eles abaixo e pensar, que apesar de se pagar a fornecedores as dividas da CMA não diminuíram, muito pelo contrário, aumentaram, pois existiu a contratualização de um empréstimo que consequentemente acarreta o pagamento de juros. Não critico a decisão da contratação do empréstimo de 6000000€, pois é fundamental que se pague aos fornecedores, mas também é essencial que procure um caminho que nos leve a sair deste marasmo em que Alpiarça se encontra, um caminho que nos leve a um incremento de receitas para o município, um caminho que nos leve a um desenvolvimento sustentado, quem sabe até na criação de um “Cluster” Agroindustrial, que nos leve a ser mais atractivos para os mais jovens, ou seja, há não só que criar empregos, mas há também ganhar competitividade, através de inúmeras medidas que poderão captar população para um Concelho que necessita urgentemente de se regenerar e de se tornar mais competitivo que os Concelhos vizinhos.
Por: João Miguel

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D